Signos e sentidos em transporte: uma análise da entextualização do enunciado “Tipo menina” no vídeo da campanha publicitária #LikeAGirl, da Always

Elayne Gonçalves Silva, João Batista Costa Gonçalves, Claudiana Nogueira de Alencar

Resumo


Este artigo objetiva realizar uma análise da entextualização do enunciado “Como uma menina” no vídeo da campanha publicitária #LikeAGirl (2014), com base nos conceitos de entextualização e de enunciado. Nesse vídeo, a expressão comparativa “Como uma menina”, que historicamente circula num discurso machista, foi transposta para um novo contexto, ligado ao discurso publicitário. Com o estudo, pudemos concluir que o enunciado “Como uma menina”, ao sofrer o processo de entextualização, satura-se de novas marcas contextuais, ganhando matizes semânticos distintos. Além disso, pudemos observar que alguns dos participantes do vídeo da campanha atribuíram valores negativos à expressão “Como uma menina”, expressando uma visão depreciativa sobre o desempenho de meninas e de mulheres em práticas esportivas; outros, por sua vez, deram valores positivos à expressão mencionada e buscaram ressignificá-la.

Palavras-chave: Entextualização; Enunciado; #LikeAGirl.


Texto completo:

PDF




SCImago Journal & Country Rank

ISSN 2177-6202