A relação entre a arquitetura e a literatura a partir da crítica, da história e da teoria

Adson Cristiano Bozzi Ramatis Lima

Resumo


Neste texto, pretende-se estabelecer uma relação entre a arquitetura e a literatura, a partir dos domínios da crítica, da história e da teoria, analisando tanto as suas semelhanças quanto as suas diferenças. Nesse sentido, procurou-se refletir sobre o alcance da crítica em arquitetura, a qual, segundo o arquiteto espanhol Montaner (2004), deve restringir-se ao objeto arquitetônico. No sentido inverso a esse pensamento mais restrito, postulou-se a hipótese segundo a qual se pode fazer crítica de textos que, aparentemente, estariam distantes do campo da arquitetura. A partir disso, delimitou-se parte da literatura do século XX como uma possibilidade a mais na elaboração da crítica em arquitetura, ampliando-se, dessa maneira, o seu alcance e a sua tarefa. Este artigo não pretende, todavia, fazer um levantamento exaustivo deste campo, o qual é, reconhecidamente, bastante amplo; sua intenção é discutir algumas questões à luz das teorias pertinentes que foram elencadas.

Palavras-chave: teoria, crítica, história, literatura.

Texto completo: PDF



ISSN: 1808-5741 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219

Os croquis utilizados no banner (da esquerda para a direta): Pavilhão do Brasil na Expo 70 (Osaka, Japão) e Museu Brasileiro da Escultura (MuBE) do arquiteto Paulo Mendes da Rocha©.

Projeto gráfico: Jully Rodrigues



SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo