O caso Samarco no Jornal Nacional: a exploração do caráter emocional da televisão na cobertura jornalística de um desastre ambiental

Cristiane Finger, Douglas Carvalho

Resumo


O presente artigo busca compreender as estratégias empregadas pelo telejornalismo para explorar o caráter emocional da televisão. Parte de reflexão formulada por Ferrés (1998), segundo a qual a experiência da recepção televisiva é predominantemente influenciada pelas emoções do telespectador. A fim de atingir o objetivo proposto, o trabalho dedica-se a verificar de que maneira os três personagens mais recorrentes na narrativa telejornalística – vítima, mocinho e vilão (Coutinho, 2012) – são acionados e construídos pela instância de produção com o intuito de despertar comoção na audiência. Em termos de referencial teórico, utiliza também contribuições de Charaudeau (2009), Fechine (2008) e Wolton (1996). Como objetos de análise, debruça-se sobre reportagens do Jornal Nacional, da Rede Globo, acerca do caso Samarco, maior desastre ambiental do Brasil. Conclui que a abordagem do programa destaca o papel das vítimas na tragédia, buscando despertar a empatia e o envolvimento do espectador, e negligencia atenção a aspectos fundamentais da notícia.

Palavras-chave: televisão, telejornalismo, emoção, Jornal Nacional, caso Samarco.


Texto completo: PDF



ISSN: 1806-6925 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto Gráfico: Jully Rodrigues

Crossref Member Badge
Crossref Similarity Check logo
Locations of visitors to this page