Cinema noir: uma avaliação do gênero na perspectiva do hedonismo

Alexandre Rossato Augusti

Resumo


Este artigo parte de um estudo mais amplo, cujo problema de pesquisa propõe investigar se, a partir da contextualização do cinema noir clássico e do que se convencionou chamar de cinema neonoir, é possível considerar uma abordagem noir contemporânea. Elege-se o hedonismo como o cerne de uma das tipologias utilizadas para análise, dada sua relevância para o estudo do gênero, e pretende-se, neste artigo, demonstrar como ele é trabalhado no cinema noir clássico, amparado pela figura da femme fatale. Utilizam-se estratégias metodológicas da análise fílmica, a partir de Aumont e Marie (2004) e Vanoye e Goliot-Lété (1994), que permitem constatar que a femme fatale orienta as ações do protagonista, valorizando-se o hedonismo desde o período clássico do noir no cinema.

Palavras-chave: cinema noir, hedonismo, femme fatale, análise fílmica.


Texto completo: PDF



ISSN: 1806-6925 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto Gráfico: Jully Rodrigues

Crossref Member Badge
Crossref Similarity Check logo
Locations of visitors to this page