Em busca de um herói: a construção discursiva de Joaquim Barbosa no julgamento do Mensalão por Veja e Época

Bruno Araújo

Resumo


Com base no conceito de discurso do linguista inglês Norman Fairclough (2001), este trabalho analisa estratégias discursivas de Veja e Época, as duas maiores revistas do país, para a construção da imagem de Joaquim Barbosa durante o julgamento do Mensalão, um dos principais escândalos de corrupção da história brasileira recente. Refletiremos sobre a noção de discurso jornalístico, focando especial atenção no modo como o jornalismo discursiviza a imagem dos atores sociais. As edições que constituem o corpus são escrutinadas mediante a utilização de categorias da Análise Crítica do Discurso, quais sejam: o significado das palavras, o uso de metáforas, a transitividade, o interdiscurso e os efeitos político- -ideológicos do discurso. Resultantes do cruzamento entre técnicas linguísticas e teoria social crítica, essas categorias sociológicas ajudam a perceber como os meios de comunicação criam constelações semânticas específicas que, quando associadas a pessoas com existência ontológica, transformam-nas em seres de papel, como diria Roland Barthes. A análise demonstra que ambas as revistas recorreram a estratégias de heroicização de Joaquim Barbosa, sublinhando a superação do “menino pobre que mudou o Brasil”, como destaca uma das publicações. Como em outros momentos da história brasileira, desta vez, os media conferiram a Joaquim Barbosa o epíteto de herói nacional, posição sempre em vias de ser ocupada, num país historicamente carente de referências heroicas.

Palavras-chave: discurso, discurso jornalístico, Joaquim Barbosa, Veja, Época.


Texto completo: PDF



ISSN: 1806-6925 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto Gráfico: Jully Rodrigues

Locations of visitors to this page