Identidades fragmentadas em Garotos de Programa de Gus Van Sant

Daniela de Paula Gomes

Resumo


O presente artigo pretende explorar o filme Garotos de Programa (1991), do cineasta Gus Van Sant, partindo de diferentes abordagens sobre a percepção da fragmentação da identidade cultural contemporânea na perspectiva dos estudos culturais. Apropriamo-nos, especialmente, das proposições sobre o sujeito nos trabalhos de Stuart Hall e Tomaz Tadeu da Silva, de modo a compreender de que forma essa condição de fragmentação se configura no filme e em seus personagens.

Palavras-chave: identidades, fragmentação, Garotos de Programa, Gus Van Sant.


Texto completo: PDF



ISSN: 1806-6925 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto Gráfico: Jully Rodrigues

Locations of visitors to this page