A filosofia do cotidiano na crônica brasileira

Luis Eduardo Veloso Garcia

Resumo


O artigo em questão procurará levantar uma reflexão sobre a capacidade da crônica brasileira em retratar as dinâmicas próprias do dia a dia através das ideias presentes na filosofia do cotidiano teorizada por Michel de Certeau em A Invenção do Cotidiano e Michel Maffesoli em A Conquista do Presente, além da reflexão de textos fundamentais de nomes como Antonio Candido, Afrânio Coutinho, Eduardo Portella e Davi Arrigucci Jr. sobre o valor da crônica como um texto que torna a “cidade feita letra”. Portanto, nosso intuito é representar o quanto um cronista pode transmitir a movimentação e a voz local de seu espaço através de suas crônicas.

Palavras-chave: crônica brasileira, cotidiano, fi losofi a do cotidiano.


Texto completo: PDF



ISSN: 1806-6925 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto Gráfico: Jully Rodrigues

Crossref Member Badge
Crossref Similarity Check logo
Locations of visitors to this page