Implementação da criação dinâmica de tarefas na biblioteca MPI.NET

Fernando Abrahão Afonso, Nicolas Maillard

Resumo


MPI é o padrão mais utilizado para o desenvolvimento de aplicações paralelas de alto desempenho e sua versão MPI-2 oferece suporte à criação dinâmica de tarefas. A norma MPI provê especifi cações para Fortran, C e C++. Surgiram algumas tentativas de suportá-la em várias outras linguagens de programação. Dessas tentativas, pode-se destacar a biblioteca MPI.NET (para o Framework. Net), a qual demonstrou uma API com maiores níveis de abstração do que as Application Programming Interface (API’s) da norma, bem como desempenho competitivo em relação a MPI-C. No entanto, essa biblioteca possui uma lacuna: o suporte à criação dinâmica de tarefas. O objetivo deste trabalho é preencher esta lacuna, estudando a utilização da biblioteca MPI.NET para a criação e execução de aplicações paralelas que utilizem criação dinâmica de tarefas. Ao final, o estudo demonstra que o grande problema de desempenho está na inicialização das tarefas.

Palavras-chave: programação paralela, processamento de alto desempenho, MPI.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.