As mídias audiovisuais e a construção do mundo intersubjetivo: uma abordagem segundo a Fenomenologia Social de Alfred Schutz

Alex Damasceno

Resumo


Neste artigo, abordamos a questão da “orientação para o Outro” mediada pela técnica audiovisual. Recuperamos a Fenomenologia Social de Alfred Schutz, principalmente os conceitos de intercomunicação e relacionamento social, e operamos com uma descrição das diferentes esferas de orientação que caracterizam os vínculos intersubjetivos traçados pelos meios. Concluímos que, nas mídias tradicionais (como o cinema e a TV), a orientação varia entre a constituição de um “relacionamento do Nós unilateral” e um “relacionamento do Eles”, entre os corpos audiovisuais, os sujeitos que atuam atrás das câmeras e a própria audiência. Analisamos também um caso singular de uso da técnica – o videochat – em que a orientação forma um “relacionamento do Nós recíproco”, em um processo de intercomunicação que assume a estrutura de uma situação face a face.

Palavras-chave


audiovisual; Fenomenologia Social; Alfred Schutz; relacionamento social; intercomunicação

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Locations of visitors to this page