Intervenções na distância econômica entre Brasil e Argentina a partir da constituição do Mercosul

Caio Peixoto Chain, Ana Claudia Nogueira Bertolino, Larissa Carla Siqueira, Antonio Carlos dos Santos

Resumo


O objetivo da presente pesquisa foi avaliar os impactos das medidas protecionistas entre Brasil e Argentina, que culminaram em disputas comerciais no tribunal da OMC, na distância econômica bilateral. Foi utilizado o método de séries temporais ARIMA com intervenções ao longo do Mercosul. Foram identificadas três demandas para solução de controvérsias na OMC, mas somente o período relativo ao caso de resinas “PET” (DS355) apresentou impacto significativo. Adicionalmente, foram identificados três períodos significativos em relação ao mercado internacional que interferiram na relação em análise: A crise argentina de 2001/2002, a crise financeira de 2008/2009 e a barreira comercial imposta pela Argentina em 2012. Foi concluído que as medidas protecionistas que se tornaram controvérsias na OMC não necessariamente retardaram o processo de integração econômica comercial.


Texto completo: PDF



ISSN: 1808-575X - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues