Perfil industrial do Rio Grande do Sul e a hipótese de desindustrialização

Aline Beatriz Schuh, Mygre Lopes da Silva, Laís Viera Trevisan, Daniel Arruda Coronel

Resumo


Este trabalho buscou analisar o perfil industrial do Rio Grande do Sul e a ocorrência ou não da desindustrialização no período de 2002 a 2015. Para tal, estimou-se o modelo Vetor de Correção de Erros (VEC), analisou-se a função impulso-resposta e a decomposição da variância. Os dados foram coletados nos sites do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), do Banco Central do Brasil (BACEN), do Fundo Monetário Internacional (FMI), do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e de Análise das Informações de Comércio Exterior (ALICE WEB). No longo prazo, os resultados indicaram que a produção da indústria de transformação gaúcha está positivamente relacionada à abertura comercial e negativamente a incrementos da taxa de juros nacional.


Texto completo: PDF



ISSN: 1808-575X - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues