A implantação do programa de economia solidária em desenvolvimento por meio da SENAES no Rio Grande do Sul

Caroline Goerck, Leonia Capaverde Bulla, Monique Bronzoni Damascena

Resumen


A Economia Popular Solidária surgiu no Brasil, nas últimas décadas do século XX, como uma das alternativas de gerar trabalho e renda aos sujeitos exclusos do mercado formal de trabalho. Faz-se necessário o incentivo do Estado, mediante políticas e programas sociais, que financiem e assessorem os empreendimentos coletivos. O governo brasileiro criou, em 2003, o Programa de Economia Solidária em Desenvolvimento, que possui como intencionalidade fortalecer e viabilizar as experiências de geração de trabalho e renda. O governo está tentando materializar este objetivo por meio de parcerias estabelecidas com instituições da sociedade civil, vinculadas à Secretaria Nacional de Economia Solidária, que, por intermédio de assessorias e processos de incubação, juntamente com outros setores governamentais e incubadoras universitárias, operacionalizam e materializam o referido Programa Social. Pretende-se, neste artigo, apresentar como este Programa vem sendo implantado no Rio Grande do Sul/Brasil, juntamente com a parceria das instituições de apoio mencionadas.


Texto completo: PDF



Av. Unisinos, 950 - B. Cristo Rei / CEP 93.022-000 - São Leopoldo (RS) Central de Relacionamento Unisinos: +55 (51) 3591 1122 Ext.: 3219

Designed by Jully Rodrigues

 

Licença Creative Commons

This work is licensed under a Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License. Melhor visualizado no Mozilla Firefox