Musas em crise: museu e museologia sob o fim da história da arte

Ricardo Ramos Costa

Resumo


Esta pesquisa visa discutir quais os possíveis impactos do conceito de “fim da história da arte” sobre os museus e a museologia contemporânea. Realizamos uma revisão dos conceitos de objeto de arte, museu, museologia assim como outros temas relacionados ao fato museal em museus de arte brasileiros (Museu de Arte de São Paulo, Pinacoteca de São Paulo, Museu de Arte do Rio, entre outros) sob as lentes de autores afeitos ao pensamento estético que discutem os desdobramentos da arte contemporânea, da história da arte e da arte pós-história, tais como Hans Belting, Arthur Danto, Jacques Rancière, Vilém Flusser, principalmente. A “crise” que acompanhamos é aquela do fim do conceito de história no mundo da arte ao qual os museus respondem pouco a pouco propondo possibilidades expositivas que enfatizam cada vez mais o dialogismo próprio da arte contemporânea em detrimento de experiências narrativas mais afeitas aos estilos do passado.

Palavras-chave: museus, história da arte, pós-história, arte contemporânea, museologia.


Texto completo: PDF



ISSN: 2236-1782 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo