Guerra do Paraguai e a unificação argentina: uma reavaliação

Vitor Izecksohn

Resumo


O artigo relaciona a condução da guerra contra o Paraguai ao processo de centralização do Estado nacional argentino. A pesquisa centra-se na ascensão do partido Liberal-Unitário e na trama subsequente que trouxe diversas lideranças provinciais para a esfera centralizadora. A mobilização para o conflito contra o Paraguai acelerou o processo de unificação, ao subordinar as lideranças provinciais de forma mais consistente. Essa subordinação se deu através do recrutamento militar e da repressão às oligarquias dissidentes. Nesse sentido, a campanha contra o Paraguai constituiu tanto uma guerra externa como um complemento da longa guerra civil argentina.

Palavras-chave: Argentina, Unitários, Guerra do Paraguai, Nacionalização.


Texto completo: PDF



ISSN: 2236-1782 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues


SCImago Journal & Country Rank