História, historiografia e historiadores mapuche: colonialismo e anticolonialismo em Wallmapu

Sebastião Vargas

Resumo


Este artigo procura mapear analiticamente a produção de intelectuais indígenas no panorama acadêmico latino-americano discutindo criticamente as pesquisas realizadas por historiadores mapuche no século XXI. Em um primeiro momento, refletimos sobre a categoria de intelectual indígena, as dimensões da emergência indígena nos últimos 30 anos e seus impactos, tensões e polêmicas no conjunto dos estudos históricos latino-americanos. A seguir, analisamos as principais obras produzidas por historiadores mapuche que gravitam em torno da autodenominada Comunidad de Historia Mapuche (CHM), refletindo sobre seus principais referenciais teórico-metodológicos, suas propostas epistemológicas e as temáticas abordadas. Utilizando fartamente citações de textos dos historiadores mapuche, esperamos contribuir para a difusão e discussão sobre esta corrente da história indígena latino-americana que emerge da “periferia da periferia” e que ainda é relativamente pouco conhecida no Brasil.

Palavras-chave: história indígena, estudos históricos latino-americanos, historiadores mapuche.


Texto completo: PDF



ISSN: 2236-1782 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues


SCImago Journal & Country Rank