Narrativas e cultura histórica na formação docente: o que dizem os estudantes de História?

Fernando Perli

Resumo


Este artigo analisa experiências e trajetórias de estudantes do curso de Licenciatura em História da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) através de memoriais descritivos, tendo como premissa identificar mecanismos de apropriações e produções de representações do passado na formação docente em História. Na pesquisa em ensino de História, as narrativas tornaram-se importante recurso para se compreender leituras e usos do passado que percorrem a formação de professores. A produção autobiográfica de iniciantes à docência possibilita identificar traços da cultura histórica forjados pelas condições sociais e culturais a partir de múltiplos lugares do fazer e ensinar História, o que implica considerar não apenas os instrumentos que favorecem, dão visibilidade e configuram, mas também os que silenciam, tensionam e dificultam a defesa pelo direito ao passado e de ser professor de História nas relações cotidianas dos estudantes.

Palavras-chave: narrativas, cultura histórica, formação docente, ensino de história.


Texto completo: PDF



ISSN: 2236-1782 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues


SCImago Journal & Country Rank