Um belo “traje de domingo” – o conceito de Renascimento na obra de Johan Huizinga

Naiara Damas

Resumo


Este artigo analisa o conceito de Renascimento desenvolvido ao longo da trajetória do historiador da cultura Johan Huizinga (1872–1945), destacando dois momentos importantes de sua formulação, na composição de O Outono da Idade Média (1919) e na biografia do humanista Erasmo de Rotterdam (1924). Através dessas obras e de textos sobre o debate em torno da cultura renascentista publicados por Huizinga na década de 1920, é possível delinear um conjunto de reflexões que sugere a elaboração de um conceito de Renascimento que recusa a imagem “moderna” desse período, situando-o, ao contrário, no horizonte crepuscular do final da Idade Média.

Palavras-chave: Johan Huizinga, Renascimento, Idade Média, História da Cultura.


Texto completo: PDF



ISSN: 2236-1782 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues