Vetranião salvator rei publicae

Moisés Antiqueira

Resumo


O artigo lida com o efêmero reinado do imperador romano Vetranião (março a dezembro de 350), problematizando as formas de representação a respeito do soberano conforme se observam nas amoedações produzidas em seu nome nos ateliês de Siscia e Tessalônica. Nestes termos, foram selecionados dois tipos monetários distintos (cujos reversos continham as legendas SALVATOR REI PVBLICAE e GAVDIVM REI PVBLICAE, respectivamente), os quais evidenciam, a meu ver, um discurso que aproxima o “usurpador” Vetranião da ideia da basileia helenístico-cristã que, por seu turno, se materializava naquele período por meio de uma série de práticas e símbolos associados ao imperador “legítimo” de então, isto é, Constâncio II.

Texto completo: PDF



ISSN: 2236-1782 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo