Do humanitarismo à intolerância. As contradições do discurso integralista

Natalia dos Reis Cruz

Resumo


O tema deste artigo é o Integralismo, movimento político de caráter fascista surgido nos anos 1930, no Brasil. O artigo analisa as ambigüidades, contradições e incoerências do discurso integralista, revelando a convivência de princípios antagônicos e excludentes: a intolerância e o humanitarismo. O arcabouço doutrinário integralista é apreendido por meio de algumas categorias dicotômicas que aparecem no discurso do movimento. São elas: nacionalismo x internacionalismo; autodeterminação dos povos x imperialismo cultural/racial; nativismo x cosmopolitismo; nacionalização/integração/ homogeneização x preservação de identidades étnico-raciais.

Palavras-chave: intolerância, nacionalismo, racismo.


Texto completo:

PDF




ISSN: 2236-1782 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues
 
 
 
 
 
   
 
 
 
 
 
 
 
 

SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo