A lança e as cartas: escrita indígena e conflito nas reduções do Paraguai – século XVIII

Eduardo Santos Neumann

Resumo


Na história das reduções guaranis localizadas na Província Jesuítica do Paraguai, a prática da escrita indígena atingiu, em algumas épocas, níveis surpreendentes. Um deles foi durante os trabalhos de demarcação de limites na América do Sul, por efeito do Tratado de Madri (1750). A reação escrita e as manifestações bélicas dos índios missioneiros diante do referido Tratado desencadearam um conflito sem precedentes na região, uma rebelião colonial conhecida como “Guerra Guaranítica”. Os textos escritos pelos índios, durante o período de conflito nas reduções, têm revelado um aspecto pouco conhecido da ação indígena. Nessa ocasião, além de lutarem empunhando as suas lanças, eles também utilizaram a escrita como arma, um instrumento para protestar contra as contradições do colonialismo ibérico e denunciá-las.

Palavras-chave: escrita indígena, Guerra Guaranítica, missões guaranis.

Texto completo: PDF



ISSN: 2236-1782 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo