“Uma nova guiné”: africanos em inventários e registros de batismo na cidade da Bahia da primeira metade do século XVIII

Carlos Eugênio Líbano Soares, Carlos Francisco da Silva Júnior

Resumo


Este artigo analisa as identidades africanas na cidade da Bahia, na primeira metade do século XVIII, utilizando para isso os registros de batismos católicos e os inventários post-mortem. O que é notável é a presença de africanos ocidentais, primordialmente da assim chamada nação mina, e a grande presença de mulheres entre os africanos, este um fenômeno muito raro em toda a América Portuguesa. Neste texto, buscamos interpretar culturalmente os dados seriais de inventários e batismos do ponto de vista da recriação étnica das Nações africanas dentro da escravidão urbana da Bahia.

Palavras-chave: africanos, cidade da Bahia, século XVIII.

Texto completo: PDF



ISSN: 2236-1782 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo