A crise do Império nas partes do Brasil: o caso do Rio Grande do Sul

Helga I.L. Piccolo

Resumo


Partindo dos propósitos subjacentes à temática geral do Seminário “Problematizando a República: 120 anos de experiências”, o artigo objetiva fazer algumas considerações sobre a crise do Império na então Província de São Pedro. Para isso, foram analisadas opiniões expressas por dois republicanos sul-riograndenses: Joaquim Francisco de Assis Brasil e Francisco Cunha, que atuaram na imprensa e no legislativo provincial nas décadas de setenta e oitenta do século XIX. Procurou-se, ao regionalizar o processo político, chamar a atenção para uma realidade nem sempre tomada em consideração na historiografia pertinente à propaganda republicana e à crise do Império, qual seja: a necessidade de relativizar generalizações feitas sem embasamento empírico. Regionalizar a crise teve como escopo possibilitar “a abordagem comparativa” dos processos históricos regionais e/ou nacionais. As opiniões expressas pelos dois republicanos citados permitem que se reflita não só sobre princípios e projetos presentes no debate político, mas também sobre a “experiência republicana ao longo desses 120 anos” com as suas evidentes limitações.

Palavras-chave: crise, propaganda republicana, Rio Grande do Sul.

Texto completo: PDF



ISSN: 2236-1782 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo