Levantamento planialtimétrico no plano topográfico local: estudo comparativo dos resultados obtidos a partir de métodos geodésicos e topográficos

Gelson Lauro Dalforno, Marco Ivan Rodrigues Sampaio, Argentino José Aguirre, Fernando Luiz Hillebrand

Resumo


O surgimento da geodésia por satélites revolucionou os levantamentos geodésicos. No entanto, a transformação dos resultados daí advindos para o plano topográfico local apresenta problemas operacionais. Um método, no qual se aplicam translações e rotações ao sistema cartesiano ortogonal tridimensional para transformá-lo em um sistema de coordenadas terrestre geodésico local, pode ser empregado e permitir resultados precisos, com exatidão compatível à aplicação. O objetivo deste trabalho foi obter um modelo digital de terreno (MDT) a partir da coleta de coordenadas de pontos com o sistema GPS, no método rápido estático, e transformá-las em coordenadas locais, comparando com o modelo obtido a partir das coordenadas determinadas por taqueometria eletrônica. Receptores GPS de dupla frequência e uma estação total foram usados nos levantamentos. O estudo comparativo foi executado em uma área na cidade de Santa Maria, Brasil. Os resultados das coordenadas locais, a partir das coordenadas GPS, foi compatível com plantas da Classe B e C, na escala de 1:1.000 ou menores, e com curvas de nível com equidistância de um metro conforme o estabelecido pelo Decreto 89.817/84, ou a escala 1:2.500, com curvas de nível espaçadas de metro e meio, quando referidas as especificações do NSSDA.

Palavras-chave: coordenadas geodésicas, coordenadas locais, plano topográfico.

Texto completo: PDF



ISSN: 1983-3628 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues


Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo