Fósseis de Scelidotheriinae Ameghino, 1904 (Xenarthra, Pilosa) em depósitos pleistocênicos do Rio Grande do Sul, Brasil

Renato P. Lopes, Jamil C. Pereira

Resumo


O registro fóssil da família Mylodontidae no sul do Brasil tem se mostrado abundante e inclui formas de três gêneros da subfamília Mylodontinae, Mylodon, Glossotherium e Lestodon e o Scelidotheriinae Catonyx. Neste trabalho, são apresentados novos registros da subfamília Scelidotheriinae, coletados em depósitos fossilíferos da região costeira do Rio Grande do Sul. Os espécimes consistem em um fragmento de dentário direito e outros quatro dentes isolados. É apresentada também uma descrição detalhada do único registro de Catonyx para o Rio Grande do Sul, que consiste de um dentário direito quase completo. A ausência de outros elementos associados e mais completos dificulta uma completa identificação taxonômica do material. Os espécimes, contudo, apresentam caracteres que possibilitam identificá-los ao gênero Catonyx. Aqui, são tentativamente classificados como C. cuvieri, com base na premissa de que este é o único scelidoteríneo válido até o momento para o sul do Brasil.

Palavras-chave: Xenarthra, Pilosa, Scelidotheriinae, Catonyx sp., Pleistoceno, Brasil.

Texto completo: PDF



ISSN: 1983-3628 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues


Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo