Análise multivariada como ferramenta tafonômica no estudo das associações quaternárias de mamíferos do Nordeste do Brasil

Hermínio Ismael Araújo Júnior, Kleberson de Oliveira Porpino, Celso Lira Ximenes, Lílian Paglarelli Bergqvist

Resumo


A análise multivariada da representatividade taxonômica de mamíferos em tanques naturais e dos depósitos cársticos do Quaternário do Nordeste do Brasil é apresentada. O método empregado foi a análise de agrupamentos. Com fins comparativos, também foram incluídas na análise tafocenoses de mamíferos do sul do Brasil e Argentina, em geral contidos em unidades litoestratigráficas formais. Os resultados demonstram que os depósitos setentrionais formam um agrupamento principal e se diferenciaram dos meridionais por conter táxons considerados endêmicos para a região intertropical brasileira. Para as áreas do Nordeste, os resultados evidenciaram dois subgrupos, um deles correspondendo aos depósitos cársticos, com uma mastofauna mais diversificada e com formas de distintos tamanhos, e outro relacionado aos tanques e ravinas, caracterizado principalmente por formas de grande porte. A tendência para um caráter tafonômico parece ser a explicação mais adequada para as diferenças em composição e diversidade dos restos de mamíferos provenientes dos tanques, em relação àqueles dos depósitos cársticos das cavernas. Nestes, não é possível descartar completamente, além disso, a influência de processos de mistura temporal.

Palavras-chave: análise multivariada, análise de agrupamento, tafonomia, mamíferos, Quaternário, NE Brasil.

Texto completo: PDF



ISSN: 1983-3628 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues


Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo