O processo de comunicação pública e relações públicas em comitês de bacias hidrográficas no estado de São Paulo

Danilo Rothberg, Lya Beatriz Pelegrini

Resumo


Este artigo apresenta resultados de pesquisa realizada com o objetivo de gerar conhecimento científico sobre a qualidade dos fluxos de informação e das práticas de comunicação mediada e não mediada existentes entre os atores sociais que integram os Comitês das Bacias Hidrográficas Tietê-Batalha e Tietê-Jacaré, do Estado de São Paulo. O estudo investigou, por meio de análise de conteúdo, análise documental e observação direta, os processos comunicativos e as formas de relacionamento entre os atores sociais daquelas instâncias de deliberação democrática. Os resultados indicam a existência de informações nos formatos de comunicação mediada online e off-line em patamares de 37 a 70% do total considerado necessário, segundo o contexto teóricometodológico da pesquisa, para a caracterização completa de uma política pública de sustentabilidade. Os registros das atividades em contextos de comunicação não mediada indicam cenários com predominância de instrumentos de disseminação de informação. Diante dos resultados, o estudo forneceu indicações de estratégias de comunicação e relações públicas que possam contribuir para o aperfeiçoamento do debate em torno das tomadas de decisão e políticas públicas que incidem sobre a gestão de recursos hídricos.

Palavras-chave: comunicação pública, relações públicas, sustentabilidade, recursos hídricos.


Texto completo: PDF



ISSN: 1984-8226 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-750. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues


Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo