Performance play: consumo digital como performance no streaming de games da plataforma Twitch

Samyr Paz, Sandra Portella Montardo

Resumo


Neste artigo, iremos observar as relações sociotécnicas empreendidas no Twitch — uma plataforma digital que permite a transmissão e a visualização ao vivo de sessões de jogos pela Internet — a partir da compreensão de consumo digital como performance na prática de socialização online. Uma vez que o conceito de consumo abrange a (re)afirmação da identidade de sujeitos em reação à manipulação de artefatos materiais, optou-se pela abordagem da Teoria Ator-Rede para dar conta das relações sociotécnicas envolvidas nos atos de transmitir e assistir jogos pelo Twitch. Adotamos uma abordagem metodológica etnográfica, pois a consideramos um método pertinente para realizar a intepretação da apropriação feita pelos usuários dessa plataforma de streaming de games como consumo digital. Os dados dessa investigação foram coletados a partir das respostas de um questionário online respondido por 177 usuários brasileiros, de observações participantes e de entrevistas realizadas com três streamers. Como resultados, percebe-se que a estrutura de códigos computadorizados do Twitch gera relações ambíguas de consumo digital como performance, pois, apesar da tentativa de controle pelo código, a manipulação realizada pelos usuários dos sistemas da plataforma permite observar o que denominamos como “performance play”, termo polissêmico que, nesta investigação, refere-se ao entretenimento, disputa e atuação dos usuários.

Palavras-chave: Twitch, consumo como performance, etnografia.


Texto completo: PDF



ISSN: 1984-8226 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-750. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues


Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo