Uma transposição luciferina de Hellblazer/Constantine: dos quadrinhos para o cinema

Denise Azevedo Duarte Guimarães

Resumo


O artigo aborda o processo de tradução/adaptapção das narrativas sequenciais de Hellblazer, publicadas desde 1988 até hoje, para o filme Constantine (2005), dirigido por Francis Lawrence. É discutido o tema da sedução das visões infernais e dos pactos diabólicos, um fenômeno que por muitos séculos tem impregnado o imaginário cristão e cujas imagens têm sido exploradas pela indústria cinematográfica. A motivação filosófica deste texto vem do livro de Vilém Flusser A História do Diabo. O aporte teórico inclui o conceito de tradução como “transluciferação” (Haroldo de Campos), os estudos de Lotte Eisner e Gilles Deleuze sobre o cinema expressionista alemão, as teorias da adaptação e da intertextualidade, bem como as pesquisas de autores reconhecidos sobre Histórias em Quadrinhos e sobre Cinema.

Palavras-chave: cinema, Histórias em Quadrinhos, adaptação, mito fáustico.


Texto completo: PDF



ISSN: 1984-8226 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-750. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues


Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo