A tradução de títulos das Histórias em Quadrinhos: o caso de Violent Cases e Repeteco

Francisca Ysabelle Manríquez Reyes Silveira, Gilles Jean Abes

Resumo


A pesquisa sobre a tradução de Histórias em Quadrinhos (HQs) tem sido, no Brasil, alvo de diversos estudos acadêmicos, assim como de discussões tanto em rodas de conversa dos fãs como em blogs especializados e resenhas nos quais, antigamente, se fazia apenas um resumo da obra na sua chegada às livrarias. A reflexão sobre a tradução de histórias em quadrinhos ainda é incipiente em âmbito acadêmico. Atualmente, percebe-se um aumento de pesquisadores interessados em analisar as particularidades que a tradução de HQs envolve nos mais diversos contextos. Este artigo pretende abrir a discussão sobre um ponto chave no campo de tradução de histórias em quadrinhos: a tradução de títulos. Embora os títulos sejam a priori uma decisão editorial, o tradutor pode se fazer presente ao escolher manter ou traduzir o título de uma obra. Serão apresentados dois projetos de tradução de quadrinhos já publicados; Violent Cases, de Neil Gaiman, e Repeteco, de Bryan Lee O’Malley, que exemplificam como cada uma das decisões do tradutor repercutem na aceitação do público.

Palavras-chave: tradução de Histórias em Quadrinhos, estudos da tradução, tradução de títulos.


Texto completo: PDF



ISSN: 1984-8226 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-750. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues