#primeiroassedio: quando a tela da TV é só o começo

Sandra Depexe, Gabriela Gelain, Luiza Corrêa

Resumo


A partir da prerrogativa de que os estudos de recepção/consumo devem considerar o processo comunicacional sempre como uma relação, priorizamos, neste trabalho, investigar os usos e apropriações do Twitter e os sentidos circulantes na hashtag #primeiroassedio. Fomentada por um coletivo feminista, a hashtag foi uma reação a diversos comentários de caráter pedofílico divulgados na internet sobre uma participante de 12 anos de um popular reality show brasileiro. O caso nos mostra como a circulação de comentários sobre a programação televisiva nas redes sociais digitais pode motivar o debate e proporcionar visibilidade a questões sociais, como a cultura do assédio.

Palavras-chave: Twitter, circulação, cultura do assédio.


Texto completo: PDF



ISSN: 1984-8226 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-750. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues