Queda de audiência e programação televisiva: uma análise das mudanças na grade da Rede Globo

Daniel Gambaro, Valdecir Becker

Resumo


A audiência da TV aberta brasileira está em queda, requerendo que as redes de TV revejam suas estratégias comerciais, em especial a programação televisiva. O cenário atual é de forte migração de público para a internet e a TV por assinatura, acentuada a partir de 2006. Programas historicamente consolidados, como o telejornal e a novela, estão entre os mais afetados. Assim, a Rede Globo, por ter ambos os programas como pilares de sua grade, é a emissora que vem sofrendo maior impacto com o desgaste da programação. O presente artigo compara a grade dessa emissora, de cinco em cinco anos a partir de 1975, para percorrer o histórico de programação que caracterizou o “Padrão Globo de Qualidade”. Busca-se, com esse referencial, compreender as estratégias atuais para combater a evasão de público. Por fim, questiona-se a viabilidade, hoje, da manutenção de uma grade de programação rígida.

Palavras-chave: Rede Globo, programação televisiva, mídias digitais.


Texto completo: PDF



ISSN: 1984-8226 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-750. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues