O cinema sensível: sensorialidades em pré e pós-cinemas

José Cláudio Siqueira Castanheira, Ana Amélia Erthal

Resumo


A partir da análise de espaços comunicacionais que demandam e ocasionam mais estímulos sensoriais, este artigo se propõe a pensar sobre um novo cinema que se apropria de diversas tecnologias digitais e que está impregnado de novas materialidades, aproximandose conceitualmente do modelo dos primeiros cinemas (early cinemas) ou cinema de atrações. O formato do cinema de atrações era caracterizado pela ausência de uma narrativa linear, ausência de uma lógica de causa e efeito e o convite efetivo de participação e envolvimento da plateia. Assim como no novo cinema, os sentidos da audiência eram convocados sinestesicamente no cinema de atrações, oferecendo novas experiências de percepção e de consciência sobre a realidade.

 

Palavras-chave: cinema digital, cinema de atrações, sensorialidades.


Texto completo: PDF



ISSN: 1984-8226 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122