A influência da televisão no desenvolvimento regional da zona rural no município de Palmas (TO)

Alice Agnes Spíndola Mota

Resumo


Observando a origem rural do Brasil e considerando os acelerados processos de urbanização das últimas décadas, este artigo procura analisar e comparar os desdobramentos sociais advindos da inserção da TV no campesinato e também suas influências sobre a audiência infanto-juvenil. O estudo de caso aplicado à zona rural de Palmas (TO) tem como objetivo observar as consequências da inserção da televisão na vida do camponês e, ainda, ponderar as possíveis mudanças que este veículo de comunicação proporciona à cultura, economia e relações sociais através de sua influência sobre as crianças. Ao pesquisar a inserção da TV na cotidianidade rural, tem-se a percepção do papel de influência deste meio de comunicação, bem como da extensão da realidade global urbanizada e capitalista sobre a realidade local da família camponesa. Sem desconsiderar os benefícios proporcionados pela televisão no meio rural, este trabalho observa os desdobramentos sociais resultantes da inserção deste meio de comunicação no campesinato.

Palavras-chave: campesinato, desdobramentos sociais, televisão, infância.


Texto completo: PDF



ISSN: 1984-8226 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122