A ARGUMENTAÇÃO EM TEXTOS NARRATIVOS ESCRITOS POR CRIANÇAS EM PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO

Juliano Guerra Rocha

Resumo


Este trabalho tem por objetivo analisar como se processa a argumentação, a partir da presença e uso dos operadores argumentativos, nos textos narrativos escritos por crianças na fase de alfabetização. Fundamentando-se na semântica argumentativa e na linguística textual, a análise de dados – um corpus composto por cerca de 40 narrativas – foi conduzida, levando em conta dois níveis propostos por Nølke (1993) nos estudos da argumentação: o micro (palavras e itens lexicais) e o macro (discurso – texto). Considerando-se que, segundo esse autor, o nível micro tem uma repercussão na macroestrutura argumentativa, os resultados dessa pesquisa apontaram para o fato de que ao narrar, a criança também argumenta; mais precisamente, ela não apenas conta uma história quando escreve um texto do tipo narrativo, como também opina, expressa pensamentos, se posiciona. Desta forma, lançamos uma reflexão sobre a necessidade da implementação de propostas que incentivem o ensino da argumentação na escola, em particular na modalidade escrita, principalmente nas séries iniciais.


Palavras-chave


Argumentação; Operadores Argumentativos; Texto narrativo.

Texto completo: PDF



ISSN: 1806-9509 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -750. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122