Aprendizagem de equações de primeiro grau por alunos com deficiência intelectual: possibilidades e limites

Bento Selau, Katiúscia Texeira Dias Ortiz, Marta Cristina Cezar Pozzobon

Resumo


Pesquisa que teve como objetivo analisar as possibilidades e os limites na aprendizagem de equações de primeiro grau, pelos alunos com deficiência intelectual, na sala de aula regular. Metodologicamente, tratou-se de uma pesquisa-intervenção, cujo plano de ação foi guiado por uma revisão sobre o ciclo de aprendizagem expansiva. O foco dos encontros centrou-se na organização social da atividade colaborativa. A fim de avaliar a intervenção implementada, utilizaram-se os seguintes instrumentos para coleta de dados: observação e análise documental. A análise textual discursiva resultou na categoria “O processo de aprendizagem de equações de primeiro grau”. Os achados evidenciaram que os discentes com deficiência intelectual que participaram do estudo se aproximaram dos conceitos de equações de primeiro grau, considerando as interações com professor e colegas. Em relação aos limites no processo de aprendizagem, observou-se que o trabalho colaborativo entre os estudantes, por si só, sem as intervenções docentes, não foi suficiente para aquele aprendizado. 


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4013/edu.2020.241.48



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues
 
 
 
   


 
 
 
 
 
 
 
 
Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo