Ensinar geografia é ensinar a ver? Notas de um exercício com imagens em livros didáticos

Ana Paula Nunes Chaves

Resumo


Este artigo tem como objetivo analisar um conjunto de imagens de uma coleção de livros didáticos correspondente a componente curricular Geografia. A obra escolhida foi aprovada pelo Programa Nacional do Livro e do Material Didático-2020, e os quatro volumes investigados são destinados aos Anos Finais do Ensino Fundamental. Partimos das reflexões de Nicholas Mirzoeff, Inés Dussel e Verónica Hollman acerca da cultura visual para problematizar o papel educativo das imagens na formação de imaginários geográficos. Para tanto, selecionamos dois exemplos de imagens contidas nos livros, uma associada à crise de refugiados e, a outra, à população indígena brasileira. A análise das imagens colocou em evidência o jogo entre o visível e suas ausências, como parte de uma trama política de visibilidade criadora de significados. Destacamos os diferentes modos de subjetivação em vigor nas imagens e contestamos o estatuto do visível ao colocar em dúvida seus registros de verdade e legitimidade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4013/edu.2020.241.47



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues
 
 
 
   


 
 
 
 
 
 
 
 
Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo