Do universal ao singular: algumas questões candentes no debate recente sobre gestão (democrática) da educação

Aline Bettiolo dos Santos, Elton Luiz Nardi

Resumo


O artigo tem por objetivo analisar o debate carreado por produções científicas brasileiras da área da Educação, constantes no Portal Periódicos Capes e no Catálogo de Teses e Dissertações, acerca da gestão no campo das políticas educacionais, no período de 2015 a 2018. Com base no exame das produções sobre gestão democrática, sublinha como questões candentes a ênfase na dimensão técnica, nos limites e problemas e nas possibilidades. Destaca a dinâmica do capital, ainda mais recrudescida pela onda neoconservadora corrente desde os anos 1990, que tem dado lugar a medidas, como a introdução de mecanismos de accountability associados a processos de regulação da educação por resultados. Embora reconheça a democratização como um processo, ressalta a influência da lógica neoliberal de modo a esvaziar o sentido político e a estreitar o espaço da democracia na sociedade capitalista.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4013/edu.2020.241.43



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues
 
 
 
   


 
 
 
 
 
 
 
 
Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo