As ações dos alunos no ciberespaço: reflexões a partir do projeto “crimes virtuais”

Fernanda Beatriz Ferreira de Macedo, Martha Kaschny Borges

Resumo


O presente artigo tem origem no processo investigativo de mestrado, intitulado: “Falando a gente encontra a solução: estudo de caso sobre a percepção dos alunos e alunas participantes do projeto crimes virtuais”. O projeto escolar crimes virtuais foi realizado com seis turmas do fundamental da Rede de Florianópolis e teve o intuito de abordar esta temática. Com o propósito de investigar as percepções dos alunos com relação ao projeto escolar, nos apoiamos no escopo teórico da Teoria Ator-Rede, para analisarmos os conceitos de ciberespaço, redes sociais digitais e crimes virtuais. Assim, a investigação se caracteriza como um estudo de caso, de cunho quanti/quali que por meio da técnica de coleta grupo focal revelou categorias desafiadoras no que diz respeito ao uso das tecnologias digitais e hábitos. Identificamos e analisamos os perigos e riscos que estes indivíduos estão expostos e como o projeto escolar foi o mediador responsável por mudanças positivas nas ações dos pesquisados.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4013/edu.2020.241.41



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues
 
 
 
   


 
 
 
 
 
 
 
 
Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo