Grêmio estudantil e rostidades e agenciamentos binários: capturas curriculares na contemporaneidade

Amarildo Inácio dos Santos, Gicele Maria Cervi

Resumo


Este artigo traz resultados de uma pesquisa cuja problemática foi: currículos e rostidades, o que está acontecendo ali? O objetivo foi problematizar o currículo do grêmio estudantil como máquina abstrata de rostidades. A metodologia foi a cartografia que permitiu mapear nove territórios existenciais na escola investigada, dentre os quais selecionei o grêmio estudantil para habitar visando dar visibilidade ao currículo em funcionamento naquele espaço enquanto analisava sua relação com a produção de rostidades. A ferramenta de produção dos dados foi o diário de campo construído com registros escritos, fotografias e áudios das reuniões do grupo gravadas com sua autorização. As análises sinalizaram que o currículo do grêmio estudantil opera como máquina abstrata de rostidades inserindo os jovens em uma rostidade elementar participativa enquanto sobrecodifica suas desvianças com rostidades opostas instaurando binarismos que estancam os fluxos da diferença pura ao codificá-los.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4013/edu.2020.241.17



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues
 
 
 
   


 
 
 
 
 
 
 
 
Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo