Modalidade da Pós-Graduação Stricto Sensu em discussão: dos modelos de EaD aos ecossistemas de inovação num contexto híbrido e multimodal

Eliane Schlemmer, José António Moreira

Resumo


O artigo, discute os modelos de EaD e, a partir do parecer CNE/CES No: 462/2017 e da portaria MEC/CAPES No 275/2018, problematiza a modalidade da pós-graduação stricto sensu, na relação com o contexto híbrido e multimodal, considerando o princípio da simetria ou da ontologia plana, proposta por Latour. O objetivo principal consiste em compreender como a cultura híbrida e multimodal pode contribuir para pensar a modalidade da pós-graduação stricto sensu, enquanto ecossistemas de inovação, tendo como pressuposto a epistemologia reticular, conectiva e atópica, fundamentada em Di Felice. A pesquisa, de natureza exploratória e descritiva, abordagem qualitativa, faz uso do método cartográfico de pesquisa-intervenção, proposto por Kastrup para produção e análise de dados. Como resultado principal, apresenta-se a o Ecossistema de Inovação na Educação no contexto híbrido e multimodal, como forma de repensar a modalidade da pós-graduação stricto sensu e sua sustentabilidade.  Propõe-se ainda a ressignificação/ampliação da compreensão do lugar dos polos, que passam a ser entendidos enquanto espaços de aprendizagem e articulação com a comunidade/sociedade.


Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo