Brincar como prática social da pequena infância em contexto de Educação Infantil: aprender para a vida

Maria Elisa Nicolielo, Aline Sommerhalder, Fernando Donizete Alves, Deise Aparecida Silva Malta

Resumo


O artigo discute o brincar como uma prática social intensa da pequena infância em contexto de educação infantil e seu potencial de aprendizagem para a vida. Teve como aporte teórico autores como Brougère e Freire. De abordagem qualitativa, utilizou-se da observação participante de momentos de brincadeiras livres propiciadas em práticas educativas com uma turma de 14 crianças com idade média de 3 anos, em uma instituição de educação infantil municipal. Os dados foram registrados em diário de campo e realizou-se a análise, na perspectiva qualitativa considerando a literatura. Os resultados apontaram, dentre outros aspectos, que no brincar as crianças ampliam o repertório lúdico, fazem escolhas, compartilham ideias sobre a realidade, negociam brinquedos e estabelecem amizades. Brincar é uma prática social que promove aprendizagem para a vida e, por isso, deve ser presente no cotidiano das crianças na Educação Infantil.

 

Palavras-chave: Brincar, Educação Infantil, Aprendizagem.


Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo