Invisibilidade social e leitura literária de crianças – um estudo sobre “Os Invisíveis”, de Freitas e Moriconi

Rosa Maria Hessel Silveira, Darlize Teixeira de Mello, Liége Freitas Barbosa

Resumo


O artigo objetiva analisar gestos de compreensão leitora de alunos dos anos iniciais de escola pública frente à obra “Os Invisíveis”, de Tino Freitas e Renato Moriconi, do acervo PNBE Anos Iniciais – 2014, a qual tematiza, com qualidade estética, a invisibilidade de atores sociais no mundo contemporâneo. O trabalho resulta do projeto de pesquisa XXXXX (apoio CNPq). A análise das falas dos alunos, na conversa mediada, assim como de seus desenhos e textos mostrou sentidos negociados na sessão de leitura e aponta para articulações entre o tema da invisibilidade social e as vivências próprias, assim como para a relevância de narrativas desafiadoras em turmas de anos iniciais. O estudo buscou inspiração tanto em discussões sobre a presença de temas difíceis na literatura infantil (Colomer, Evans), como sobre a relevância do partilhamento da leitura literária (Chambers, Roche e outros).

Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo