A educação moral em Emile Durkheim e as disputas contemporâneas em torno do sistema formal de ensino brasileiro.

Bruno de Souza Lessa, Ana Clara Aparecida Alves de Souza, Célia Elizabete Caregnato

Resumo


Este ensaio tem como objetivo discorrer sobre o papel da educação para a construção da moral a partir de Emile Durkheim e os avanços conservadores orientados ao controle sobre o sistema formal de ensino. Compreende-se que os movimentos por educação conservadora, como denominaremos, lastreados por uma ideia hiperindividualizada e opaca de sujeito, desconstroem o paradigma educacional iluminista preconizado pelo mestre francês. Tais movimentos elaboram essa desconstrução, porém não sugerem claramente uma proposição sobre que tipo de indivíduo e sociedade emergiriam ao final da passagem pelo sistema. Essa articulação anti-propositiva e anti-moderna tem o potencial, em verdade, de conduzir a sociedade muito mais a um estado anômico do que para fazer emergir estruturas sociais mais coesas.

Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo