A formação da “mãe de família” para o trabalho: ações de iniciação profissional feminina no Lar Infantil Icléa (Federação Espírita do Paraná), Curitiba nos anos 1950

Silvete Aparecida Crippa de Araújo, Liane Maria Bertucci

Resumo


Este artigo discute duas ações relacionadas à educação da mulher para o trabalho que aconteceram em Curitiba no Lar Infantil Icléa, da Federação Espírita do Paraná, entre 1954 e 1958: as aulas avulsas de artesanato e prendas domésticas e os cursos do Centro de Iniciação Profissional Lar Icléa. O Centro, que ofertou aulas de corte e costura, bordado, crochê, tricô, manicure-pedicure e artes culinárias e caseiras, não foi uma iniciativa autônoma da Federação, entretanto seus cursos revelavam sintonia com as ideias dos espíritas da Federação ao reforçar competências consideradas femininas, formando mulheres para que, mesmo atuando fora do lar, se ocupassem de funções idealizadas à “mãe de família”. Este artigo foi escrito a partir da análise de relatos memorialísticos da Federação Espírita do Paraná e dos jornais Mundo Espírita, Diário da Tarde e O Dia. Estudos de Michelle Perrot embasam a abordagem do artigo e também as reflexões motivadas por textos sobre o espiritismo e sobre a mulher nos séculos XIX e XX.

Palavras-chave: educação feminina, educação profissional, Centro de Iniciação Profissional

Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo