Pedagogia feminista: narrativas autobiográficas, saberes e fazeres de mulheres camponesas

Marcia Alves da Silva

Resumo


O texto aborda uma experiência acadêmica que tem a intencionalidade de colaborar com a construção de uma pedagogia feminista que incorpore as questões de gênero, sem abandonar a proposta pedagógica advinda da educação popular, mas, ao contrário, dialogando com essa produção focando na intencionalidade do feminismo. A proposta é interdisciplinar e se ancora, especialmente, na área de educação, na sociologia do trabalho e nos estudos de gênero, a partir do resgate de histórias de vida em oficinas de artesanato com grupos de mulheres camponesas assentadas, participantes do Movimento de Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) no interior do município de Pinheiro Machado, estado do Rio Grande do Sul. Como objetivo, temos o propósito de contribuir para um processo de emancipação e empoderamento dessas mulheres camponesas mediante a implantação de cursos de artesanato para as mulheres envolvidas.

Palavras-chave: gênero, campesinato, pesquisa biográfica.


Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo