Circulação e apropriação da pedagogia personalizada e comunitária no Brasil (1959-1969)

Norberto Dallabrida

Resumo


Este artigo se propõe a compreender a circulação e a apropriação da pedagogia personalizada e comunitária no Brasil de 1959 ao final dos anos de 1960. Inicialmente, faz uma síntese dessa proposta educacional concebida por Pierre Faure, padre jesuíta francês que amalgamou o movimento da Escola Nova e a tradição pedagógica católica. O foco é colocado sobre as operações de circulação e de apropriação da pedagogia personalizada e comunitária, procurando verificar seu circuito católico e franco-brasileiro por meio de diferentes estratégias e constatar seu uso em colégios católicos por meio de recursos didáticos que personalizavam e incitavam à socialização o trabalho dos alunos. Tendo como fontes artigos científicos, livros e relatórios técnicos em português e em francês, busca-se estudar a pedagogia fauriana em movimento na educação brasileira.

Palavras-chave: pedagogia personalizada e comunitária, circulação.


Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo