Escolanovismo católico em manuais de pedagogia de Everardo Backheuser (1934-1948)

Maristela da Rosa, Gladys Mary Ghizoni Teive

Resumo


A partir das concepções de campo de Pierre Bourdieu e de apropriação e representação de Roger Chartier, caracterizamos o projeto educacional backheusiano, representado pelo escolanovismo católico expresso em Técnica da Pedagogia Moderna de 1934 e Manual de Pedagogia Moderna de 1948. Para tanto, entrecruzamos estes manuais, a Encíclica Divini Illius Magistri, de 1929, texto norteador do pensamento pedagógico de Everardo, e o Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova, de 1932, documento seminal do movimento escolanovista no Brasil. No campo de luta entre os ideais de educação católicos e escolanovistas, Backheuser emergiu como representante de uma “terceira via” ao propor uma educação integral transversalizada pelo catolicismo, que representou a sua apropriação da Escola Nova. Este projeto mostra a intervenção católica na configuração e na difusão da Escola Nova e indícios de uma versão singular do escolanovismo que foi disseminada entre os professores primários nas décadas de 1930 e 1940.

Palavras-chave: Escolanovismo católico, manuais de pedagogia, Everardo Backheuser.


Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo