A Cruzada Pedagógica pela Escola Nova e ação do professorado católico no Rio de Janeiro (final da década de 1920)

Mauro Castilho Gonçalves

Resumo


O artigo analisou o movimento educacional carioca denominado Cruzada Pedagógica pela Escola Nova, liderado pelo intelectual católico Everardo Backheuser, no âmbito da reforma estadual de ensino do Rio de Janeiro, sob a administração de Fernando de Azevedo, em fins dos anos de 1920.O estudo se propôs a compreender os níveis de adesão e autonomia registrados pelo movimento, especialmente relacionados com as políticas estabelecidas pela reforma de ensino supracitada. A pesquisa, fundamentada nas noções de rede de intelectuais, conexões e suportes de cultura, examinou a articulação de professores primários a partir de teses católicas expressas em documentos pontifícios, na literatura especializada e na imprensa periódica. Os resultados indicam que círculos do magistério público, sob a liderança de Backheuser, apostaram na efetivação de um ethos urbano-católico capaz de orientar as ações escolares em tempos de intenso debate educacional.

Palavras-chave: Escola Nova, Cruzada Pedagógica, década de 1920.


Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo