Docência no ensino superior: currículo e práticas 10 anos após a implementação do processo de Bolonha nas universidades portuguesas

Angélica Monteiro, Carlinda Leite, Glasielle Souza

Resumo


A restruturação do ensino superior em Portugal, resultante dos compromissos do Processo de Bolonha, teve início em 2006 e impôs desafios pedagógico-didáticos. Apelouse aos professores para adotarem modos de trabalho pedagógico que rompessem com o modelo transmissivo e apontou-se a necessidade de uma organização curricular fundada no desenvolvimento de competências pessoais e sociais. Para compreender o efeito dessas medidas na prática docente, o artigo apresenta um estudo que investigou estratégias de ensinoaprendizagem privilegiadas por professores de uma licenciatura em Ciências da Educação. Os dados foram recolhidos por meio de um questionário submetido a professores e estudantes em 2010 e 2016. A análise estatística simples dos dados aponta para a utilização de uma diversidade ampla de estratégias de ensino-aprendizagem, embora prevaleçam as mais tradicionais, ou seja, existe uma contradição entre o discurso político-acadêmico e as estratégias seguidas na sua concretização.

Palavras-chave: ensino superior, currículo, didática.


Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues