Empresariamento da educação em tempos de capitalismo flexível: análise de parcerias escola/empresa no RS

Viviane Klaus

Resumo


O artigo discute o fenômeno do empresariamento da educação a partir do final do século XX e apresenta um mapeamento inicial das parcerias escola/empresa no Rio Grande do Sul. A partir de uma análise documental, foram estudados programas desenvolvidos em escolas públicas por uma Associação Educativa sem fins lucrativos mantida pela iniciativa privada, cuja finalidade é formar sujeitos empreendedores no Ensino Fundamental e no Ensino Médio. As discussões e a análise dos documentos foram realizadas com base nas teorias de Ball, Dardot e Laval, Sennett e López-Ruiz. O estudo permitiu-nos compreender como algumas das discussões realizadas pela área de Gestão e Negócios sobre a reengenharia, o capital humano e o empreendedorismo adentram as instituições de ensino e demandam a formação de um sujeito flexível.

Palavras-chave: educação, empreendedorismo, capital humano.


Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues